Avenida Koeller, 260
Petrópolis (RJ),
CEP: 25685-060

cmv@petropolis.rj.gov.br

(24) 2246-9235

Revolução russa, 1917-2017: Ditadura militar contribui involuntariamente para a memória revolucionária

Em 1973, um jovem de 23 anos é detido pela polícia em Iguape, São Paulo, provavelmente na rodoviária, algo bastante comum na época em que qualquer “cabeludo” ou pessoa a fazer hora em locais deste tipo era suspeita de “subversão” ou, pior, de “terrorismo”. Na pasta do jovem a polícia encontra a edição especial da Revista Civilização Brasileira, dedicada aos 50 anos da revolução russa. Conduzido ao DOPS em Santos, tem sua ficha preenchida e prontuário policial gerado. A “prova” é guardada anexa ao prontuário e posteriormente digitalizada em formato “pdf”, quando da catalogação documental. Passam-se mais cinqüenta anos e um pesquisador em busca de informações sobre este número especial encontra o exemplar. A publicação pode ser entendida como uma contribuição involuntária da ditadura militar agora que se comemoram os 100 anos decorridos da Revolução Russa.

A propósito, o número especial 1, intitulado “A revolução russa: cinquenta anos de história”, traz artigos de Garaudy, Deutscher, estudos históricos com documentação original e reveladora dos debates dentro do partido bolchevique, textos de Lenin, Trostky, Carlos Nelson Coutinho, Mário Pedrosa, Astrogildo Pereira, poemas de Maiakovski e Alexander Blok, em 179 páginas digitalizadas num formato de pdf pesquisável.

A publicação encontra-se disponível para download aqui

Share